O trem e a operação ferroviária possuem termos e expressões próprios, e muitas vezes os clientes não estão familiarizados com eles. Fazemos o possível para passar sempre uma mensagem clara e objetiva do dia a dia, explicando cada palavra e situação de forma simples para que todos possam compreender. Mas se você é do tipo curioso ou tem interesse em aprender mais sobre a ferrovia, poderá saber mais sobre o linguajar ferroviário neste Glossário:

Abalroamento

Nome dado para todas as situações em que o trem se choca com algo.

Aparelho de Mudança de Via (AMV)/Chave

Conjunto de peças colocadas no ponto de cruzamento entre duas linhas para permitir a passagem dos trens de uma para outra.

Avaria

Nome dado a qualquer dano sofrido pelo trem durante a viagem.

Batoque

É uma estrutura férrea ou de concreto utilizada para delimitar a ultrapassagem do trem em plataformas terminais.

Carro controle

Veículo ferroviário capaz de registrar graficamente a situação operacional da via permanente.

Casamento

É o ato de unir dois trens de quatro carros para formar uma composição.

Descarrilamento

Nome dado ao acidente ferroviário no qual o trem sai dos trilhos.

Desvio

Uma linha adjacente à linha principal, ou a outro desvio, destinada aos cruzamentos, ultrapassagens e formação de trens.

Dormente

Responsável por receber os esforços produzidos pelo peso do trem, servindo de suporte aos trilhos e permitindo sua fixação e firmeza ao solo.

Ensarilhamento

Nome técnico dado à dilatação dos trilhos por conta das altas temperaturas. Nestes casos, a velocidade dos trens pode ser reduzida ou, em casos extremos, as viagens podem ser interrompidas.

Faixa de domínio

Terreno onde se localizam a via férrea e as demais instalações da ferrovia, inclusive os acréscimos necessários à sua expansão.

Flambagem

É ocasionada pelo aumento da temperatura ambiental, gerando uma dilatação nos trilhos que deforma toda a sua estrutura, deixando-o inutilizável. Este defeito é corrigido com a recolocação dos trilhos ou a substituição completa deles.

Gangway

Nome dado à passagem livre (sanfona) entre os carros.

Headway

Intervalo entre os trens.

IDX (Information Delivery Sistems)

Sistema que gera avisos sonoros e visuais nas estações de forma automática, de acordo com a movimentação dos trens, e proporciona velocidade na informação para o cliente no campo, padronização, rastreabilidade e convergência.

Linha singela

Quando há uma única linha ligando os pátios de cruzamento e nela os trens circulam nos dois sentidos. No pátio de cruzamento, há uma linha adicional paralela à linha principal para que dois trens possam se cruzar.

Locomotiva

Veículo ferroviário utilizado para rebocar vagões de passageiros ou de carga sob os trilhos.

Material rodante

Nome dado ao conjunto de todos os equipamentos ferroviários que se locomovem sobre a via permanente.

Pantógrafo

Dispositivo montado no topo do trem, responsável pela captação da corrente elétrica fornecida pela rede área.

Passagem em nível

Cruzamento de uma ferrovia com uma rodovia no mesmo nível. Geralmente, nos referimos ao termo como PN.

Pega-mão/balaústre

Estrutura que serve de apoio às pessoas que estão de pé ou circulando dentro dos trens.

Prefixo de trem

Caracterização do trem por meio de letras e algarismos, indicando informações, como linha que percorre, sentido da circulação etc. Os trens que circulam em sentido crescente (direção oposta à Central do Brasil), terão prefixo ímpar. Já os que circulam em sentido decrescente (sentido Central do Brasil), terão prefixo par.

Programação de trens

Programação que contém os horários, instruções e especificações para a operação dos trens nos trechos, inclusive instruções especiais.

Rede aérea

Sistema responsável pela transmissão da energia elétrica necessária à movimentação dos trens.

Rodeiro

Conjunto composto por um eixo e duas rodas, que fica no truque e faz o contato com os trilhos.

Ronda

Atividade da via permanente para verificar ocorrências que ponham em risco a circulação dos trens.

Rondante

Trabalhador que executa a ronda.

Suspensório

Fio que une os cabos da rede aérea.

Trem de serviço

Também chamado de trem W, é o trem que não transporta passageiro.

Truque

Estrutura localizada na parte de baixo do trem, onde os rodeiros, a suspensão, os motores e o sistema de freios são fixados.

Via Permanente

Estrutura que engloba os trilhos, elementos de fixação, ligações ferroviárias e lastro, permitindo que os trens se movam em uma superfície confiável.