A COVID-19 continua circulando pelo Rio e os cuidados com a prevenção devem continuar. Veja o que você pode fazer para ajudar a proteger a sua saúde e a daqueles que você ama.

A máscara é um poderoso instrumento de prevenção e de combate à disseminação da COVID-19. Por isso, lembramos que seu uso é obrigatório em nossos trens e estações (Decreto Estadual 47.060) e informamos que, pelo bem-estar coletivo, só vendemos passagem para clientes que estejam usando máscara (Lei Estadual 2869/1997). Mesmo estando com o acessório, é recomendado que, ao tossir ou espirrar, a boca e o nariz sejam cobertos por um lenço ou pelo braço.

Higienizar as mãos constantemente com água e sabão ou álcool em gel é uma das formas de evitar a disseminação da COVID-19. Lembre-se de realizar a higiene antes de embarcar e após chegar ao seu destino, seja utilizando o seu produto de uso pessoal ou nossos dispositivos. Temos dispensers e/ou totens com álcool em gel 70% em nossas estações para uso gratuito de nossos clientes e colaboradores.

O contato direto com o vírus é a principal forma de contaminação, por isso, orientamos que, sempre que possível, mantenha uma distância segura de, no mínimo, 1 metro e meio dos outros clientes. Procure também evitar permanecer em lugares de maior circulação de pessoas, como os espaços perto das portas do trem, dando preferência a viajar no meio do carro.

As regras de distanciamento também devem ser aplicadas aos equipamentos de apoio à acessibilidade nas estações. Ao utilizar as escadas rolantes, sempre que possível, procure manter uma distância segura, de pelo menos 3 degraus, do cliente à frente. Para os elevadores, a recomendação é de o embarque seja individual ou do cliente preferencial com seu acompanhante.

Utilizar o cartão pré-pago da SuperVia, os cartões RioCard ou meios digitais para adquirir suas passagens, é uma forma de evitar filas e aglomerações, além de agilizar o seu embarque. Saiba mais sobre as formas de pagamento e facilite seu dia a dia.

A venda de produtos por vendedores irregulares nos trens e estações é proibida por lei. Além de poder adquirir um item de origem duvidosa ou vencido, comprando, você está estimulando esta prática e também contribuindo para o desrespeito às regras e aglomerações. Comércio irregular é crime. Não compre e denuncie às autoridades competentes.

Como transporte público de alta capacidade, sabemos que nos horários de pico a concentração de pessoas é maior. Se você puder, converse com seu empregador sobre a possibilidade de ajustar seu expediente ou, organize suas atividades, de forma a dar preferência para utilizar o transporte entre 10h e 15h e após às 19h, horários em que o fluxo de pessoas é menor.

Evite falar, comer e tocar o rosto durante a viagem. Mesmo com o uso de máscaras e a higienização constante, estes comportamentos podem facilitar a transmissão do vírus em ambientes de grande circulação de pessoas como o caso dos trens. É necessário mudar hábitos e evitar atitudes que favoreçam a contaminação.


Saiba mais sobre o que estamos fazendo para proteger você e nossos colaboradores.